1- LIPOMA

               Lipomas são tumores benignos compostos por tecido adiposo. (são os

tumores benignos mais cmuns em adultos). Cerca de 1 a 2% da população tem um

ou mais lipomas pelo corpo. À palpação, um lipoma costuma ser uma massa homogênea,

com bordas regulares, indolor, mole, com consistência elástica e móvel.

Alguns lipomas podem doer.  Os lipomas geralmente são superficiais, localizados 

abaixo da pele. Os locais mais comuns são tronco, membros e pescoço. Mais raramente

os lipomas podem acometer músculos, nervos, órgãos abdominais, entre outros. 

Quando se encontra lesões múltiplas denomina-se lipomatose, que geralmete tem

origem genética. O diagnóstico é realizado através de exame clínico. Em caso de dúvida

pode,m ser utilizados exames de imagem.

               Os lipomas pequenos e assintomáticos geralmente não necessitam

de tratamento. Porém, lipomas grandes em crescimento, dolorosos ou que causam 

danos estéticos podem ser retirados atraves de cirurgia.  O procedimento costuma

ser simples e rápido, podendo ser feito apenas com anestesia local na maioria dos casos

e em regime ambulatorial. Lipomas maiores e em regiões específicas podem necessitar

de sedação ou mesmo anestesia geral  Após sua retirada, a lesão é enviada para análise

anátomo-patológica para confirmação diagnóstica.  


 

 

 

2- CISTO SEBÁCEO: 

                Cistos sebáceos são lesões benignas localizadas abixo da pele. São lesões

derivadas das glândulas sebáceas e podem ocorrer em qualquer local da pele, porém

são mais comuns na face, pescoço e tronco.  Em grande parte dos casos o diagnóstico é

clínico. Se apresentam como nodulações logo abaixo da pele que podem apresentar

uma pequena  abertura escura no centro, um material grosso e de cheiro forte em

seu interior e em casos de infecção podem apresentar sinais inflamatórios, como

vermelhidão e inchaço.

               Na maioria dos casos, os cistos sebáceos não necessitam de tratamento,

mas devem ser removidos em caso de dor, crescimento, ruptura, infecção ou

incômodo estético. O tratamento é a remoção cirúrgica da lesão, que é enviada para

biópsia. Na maiora das vezes, o procedimento é simples, realizado com anestesia local

e em caráter ambulatorial.

                


 

Lipoma
Cisto Sebaceo
lipoma
Desk do médico
Dra Ana Carolina Buffara
Cirurgia do Ap. Digestivo